Unafisco - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
São Paulo, 8 de agosto de 2020 Hora Certa 06h03

ÁREA RESTRITAÁREA RESTRITA

esqueci minha senha

Veja também

Tamanho da Fonte    -A   A   +A
  • Compartilhe

  • Imprimir

31/01/2020 14:21:00

Aprenda a identificar e combater fake news



A expressão fake news utilizada atualmente para se referir a uma notícia falsa não é um fenômeno novo disseminado pelas redes sociais. A mensagem falsa sempre existiu ao longo da história, o que mudou foi a terminologia utilizada para defini-la e o meio utilizado para a sua disseminação.

O historiador americano Robert Darnton afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, em 2017, que os precursores das mentiras, hoje espalhadas por redes sociais, vêm de muito antes. Segundo ele, o historiador bizantino Procópio, famoso no século 6 por escrever a história do império Justiniano, escreveu um texto secreto, chamado "Anekdota”, que arruinou completamente a reputação do imperador Justiniano e de outras pessoas.

Fake News no Facebook nas eleições norte-americanas de 2016: 8,711 milhões de compartilhamentos

Séculos depois, fake news influenciaram no resultado das eleições americanas, em 2016. Uma análise feita pelo BuzzFeed News mostrou que, nos últimos três meses dessa campanha presidencial nos EUA, 20 histórias falsas de sites e blogs relacionados às eleições geraram 8,711 milhões de compartilhamentos no Facebook. Isso significa que as notícias falsas tiveram mais alcance no Facebook do que as principais histórias eleitorais de 19 grandes veículos de comunicação, entre eles, os jornais The New York Times e o The Washington Post.

Após as eleições nos EUA, o termo e a estratégia de fake news ganharam alcance mundial e chegaram ao Brasil. As eleições presidenciais de 2018 foram marcadas pela disseminação de notícias falsas por usuários nas redes sociais. Os candidatos acusaram um ao outro de espalharem notícias falsas e entraram com processos na Justiça. O impacto foi tão grande que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já discute medidas para coibir a disseminação de fake news nas eleições de 2020.


AGÊNCIAS DE CHECAGEM DE FAKE NEWS
No Brasil, várias agências, sites e iniciativas coletivas fazem checagem de notícias e compartilham os dados nos próprios sites ou em veículos de comunicação. Confira neste link uma relação das principais páginas de checagem.

 

 

Confira aqui vídeo que evidencia os riscos das fake news.

Manter o elemento P

Ver todas as notícias


ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]

Valor da mensalidade da Unafisco
Para ativos e aposentados: R$ 95,56.
Para pensionistas: R$ 71,67.

Por gentileza, antes de continuar, responda à questão abaixo:

ALGUM ASSOCIADO O INDICOU PARA SE FILIAR À UNAFISCO?


SIM

NÃO

ASSOCIE-SE À UNAFISCO NACIONAL
[X]